20.8.08

Árvore da Felicidade




Nome Científico: Polyscias guilfoylei (fêmea); Polyscias fruticosa (macho).

Família: araliáceas.



Descrição:

Existem duas espécies de plantas chamadas de árvore-da-felicidade. Elas se tornaram bem populares nos anos 70, quando a moda era usá-las formando um par: a “planta-macho” seria a Polyscias guilfoylei e a “fêmea”, a Polyscias fruticosa. Elas são espécies diferentes do mesmo gênero e ambas pertencem à família das araliáceas. A principal diferença entre elas é que a Polyscias fruticosa apresenta folhas recortadas em pequenas partes, bem afinadas, e a Polyscias guilfoylei possui folhas compostas, com uma cor verde mais intenso que a “fêmea”, lembrando a forma das folhas da salsa. Uma curiosidade sobre essas plantas é que elas exalam um aroma característico sempre no final da tarde.


Cultivo: Elas podem ser cultivadas com sucesso mesmo em apartamentos, pois gostam de muita claridade, mas sem sol direto. Além disso, sua folhagem se desidrata com facilidade quando exposta ao vento. Plante a muda num vaso de bom tamanho (cerca de 30 cm de diâmetro e 50 cm de altura), para que a planta possa se desenvolver durante um bom tempo sem precisar de transplante. Para garantir uma boa drenagem - essencial para essas plantas -, use a seguinte mistura de solo:

1 parte de terra comum;

1 parte de terra vegetal;

1 parte de composto orgânico;

1 parte de areia.

Seu cultivo é fácil e um bom indicativo para as regas são as próprias folhas, que revelam a necessidade de água: nunca as deixe murchar, pois podem cair. Em geral, uma boa medida é regar uma vez por semana nos meses frios e de duas a três vezes por semana no verão. Mas não descuide de observar a planta, pois ela dá sinais de suas necessidades. Adube-as na primavera e verão.

3 comentários:

Angela Maria disse...

Olá,gostaria de conhecer as plantas das quais estão feitas descrições.Adquiri recentemente um apartamento que tem um não muito pequeno jardim,daí o meu interesse em saber mais sobre adubação natural.

Evandro disse...

vc nao deixou seu email pra resposta... deixe que respondo sua questao.

nhelitoc@uol.com.br disse...

tenho uma arvore da felicidade muito antiga.Já faz meses que ela vem perdendo o vigor.Me orientaram a borrifar um produto para dar força e eliminar possiveis doenças-oleo mineral quinzenalmente.
Não tenho sentido melhora.Agora apareceram uns bichinhos brancos parecendo uma centopeia.Retiro o que vejo e no dia seguinte tem outro.
Como tratar desta arvore.Coloquei humos de minhoca para ajudar na adubação.